ūüďď “As Joinvilles no mundo”, de Milton Maciel

AS JOINVILLES NO MUNDO

MILTON MACIEL

Existem ao menos três cidades com o nome Joinville dignas de nota neste mundo: duas na França e uma no Brasil. E mais uma Ilha Joinville, que faz parte do Arquipélago de Joinville, na Antártida.

A¬†JOINVILLE do Brasil¬†√© razoavelmente conhecida pelos brasileiros. Trata-se da 3¬™. maior cidade do Sul e √© a maior cidade de Santa Catarina. Situada bem ao norte, tem 600 mil habitantes e se destaca pela produ√ß√£o industrial, assim como por sediar o maior festival de dan√ßa do mundo e ser o local da √ļnica escola do Bal√© Bolshoi fora da R√ļssia.

As Joinvilles da França são duas:

JOINVILLE (atenção: em francês pronuncia-se JOANville)

Comuna do distrito (arrondissement) de Saint Dizier, no Estado (département) de Alto Marne (Haute-Marne), na região de Champagne-Ardenne. Dista 210 km de Paris

√Č a mais antiga e foi fundada pelo general romano Flavius Jovinus, quando mandou construir um forte de toras de madeira, em 354 A.D., para resistir √†s invas√Ķes dos alamanos √† G√°lia. Este general romano √© um dos personagens do meu romance hist√≥rico¬†‚ÄúAline de Troyes, uma guerreira gaulesa‚Ä̬†(pronuncia-se¬†Tro√°), que narra as lutas de gauleses e romanos contra os alamanos, em 363 A.D. No fim desse livro coloquei um b√īnus com o t√≠tulo As Joinvilles do Mundo, que reproduzo aqui agora.

Até hoje esta Joinville é uma pequena cidade, pouco mais do que uma vila de 4 000 habitantes, mas tem uma arquitetura primorosa e uma grande beleza, com seus canais (biefs) do Rio Marne.

 (Foto 1 РJoinville-sur-Marne)

JOINVILLE-LE-PONT

A outra Joinville é praticamente grudada em Paris, separada dela apenas pelo Bosque de Vincennes. E ligada a Paris por uma ponte (pont), de onde vem justamente seu nome.

Comuna do distrito Nogent-sur-Marne, no Estado de Vale do Marne (Val-du-Marne), região de Île de France, onde fica também Paris. A cidade é dividida ao meio pelo rio Marne que, após passar por ela, faz um grande curva e vai se reunir ao rio Sena, na ponte Charenton, para atravessar Paris.

Esta cidade come√ßou a surgir em 1251, quando foi constru√≠da a ponte sobre o rio Marne, tornando-se a vila de¬†Sait Maur. Em 1831, o rei Luiz Felipe autorizou que a comuna passasse a se chamar¬†Joinville-Le-Pont, em homenagem a Francisco (Fran√ßois) de √ďrleans, seu terceiro filho e¬†pr√≠ncipe de Joinville¬†(t√≠tulo nobili√°rquico este derivado da primeira Joinville, a do Alto Marne, como mostro a seguir). Foi ajuntado o¬†Le-Pont¬†ao nome Joinville, para n√£o haver confus√£o desta nova Joinville com a velha Joinville do Alto Marne, cujos habitantes protestaram veementemente contra a usurpa√ß√£o do nome Joinville.

Esta Joinville-Le-Pont √© a¬†cidade-g√™mea¬†da Joinville do Brasil, fundada por imigrantes alem√£es, noruegueses e su√≠√ßos que chegaram, em 1851, √†s terras da Col√īnia Dona Francisca, em Santa Catarina, terras que faziam parte do dote que a princesa¬†Francisca Carolina Joana Carlota Leopoldina Romana Xavier de Paula Michaela Gabriela Raphaela Gonzaga de Bragan√ßa, filha de Dom Pedro I e irm√£ de Dom Pedro II, levou para o seu casamento com o pr√≠ncipe de Joinville, Fran√ßois d¬ī√ďrleans, em 1843.

 

Vemos assim que François Ferdinand deu origem a DUAS cidades com  o nome Joinville.

Levadas a uma LINHA DO TEMPO, vemos as Joinvilles assim:

354                            1251                  1831                     1851

Fundação da        Construção da   Mudança de           Fundação de

1ª Joinville por     ponte sobre       nome para              Joinville no

Flavius Jovinus    o Marne            Joinville-Le-Pont   Brasil

                            Foto 2 РA ponte que dá nome a JOINVILLE-le-Pont

OS PR√ćNCIPES DE JOINVILLE

Quase todo mundo no Brasil, inclusive os moradores da Joinville catarinense, quando veem alguma menção ao Príncipe de Joinville pensam duas coisas erradas:

1 ‚Äď que ele √© o √ļnico pr√≠ncipe com esse t√≠tulo

2 ‚Äď que ele nasceu em Joinville da Fran√ßa

Então vamos esclarecer, com especial destinação para as crianças e estudantes em geral da Joinville brasileira:

DE JOINVILLE é um gentílico e ao mesmo tempo um título nobiliárquico SENHOR (SEIGNEUR), que começou a existir no início do ano 1000 AD, atribuído a grandes senhores originalmente estabelecidos na Joinville-Sur-Marne.

J√° o DE JOINVILLE de Fran√ßois Ferdinand (1808 a 1900), o ‚Äúnosso‚ÄĚ pr√≠ncipe, √© s√≥ um t√≠tulo nobili√°rquico (PRINCE). Ela n√£o s√≥ n√£o nasceu em Joinville como n√£o consta que jamais tenha estado l√°.

Foram 12 Senhores de Joinville da casa de Vaux (Jean de Joinville, biógrafo de São Luís da França, foi o oitavo), seguidos de 7 senhores da casa de Vaudémont.

Em 1386 o t√≠tulo mudou de Seigneur para PRINCE. E os Pr√≠ncipes de Joinville s√£o, at√© hoje, a bagatela de¬†22¬†(9 da casa de Guise, mais 12 da casa de Orleans.¬†¬†Nosso Fran√ßois √© apenas o¬†17¬ļ¬†Pr√≠ncipe de Joinville, o 8¬ļ da casa de Orleans. O √ļltimo e atual Pr√≠ncipe de Joinville, Henri IV, nasceu em 1999, tem vinte aninhos e √© tamb√©m Conde de Paris.

AS JOINVILLES DA ANT√ĀRTIDA

Existe um arquip√©lago de 18 ilhas no mar da Ant√°rtida, que recebeu o nome de¬†Arquip√©lago de Joinville. A maior de suas ilhas √© a Ilha de Joinville. Tem 20 km de largura e 60 km de comprimento (equivalente √† dist√Ęncia de Joinville ao Parque Beto Carrero, em linha reta). A ilha e o arquip√©lago n√£o t√™m habitantes, o clima √© frio e hostil demais.

O Arquip√©lago foi descoberto em 1838 pelo navegador franc√™s Capit√£o Jules Dumont d’Urville, que dirigia uma expedi√ß√£o mar√≠tima chamada¬†Pr√≠ncipe de Joinville, em homenagem a Fran√ßois Ferdinand d‚ÄôOrl√©ans, terceiro filho do Duque d‚ÄôOrl√©ans, o Rei Lu√≠s Filipe I de Fran√ßa.

d`Urville sapecou o nome Joinville em suas descobertas, e, mais tarde, ele foi também homenageado: hoje a segunda maior ilha do arquipélago é a Ilha d’Urville.

Mais uma vez o ‚Äúnosso‚ÄĚ pr√≠ncipe cumpriu o seu estranho destino de proporcionar nomes √†s Joinvilles do mundo: Joinville-le-Pont, Joinville do Brasil e Ilha e Arquip√©lago de Joinville.

                               Foto 3 РCientistas na Ilha de Joinville, Antártida

COMPARTILHE: