📕 “Joinville produz arte literária” (Bernadéte)

Joinville produz arte literária

 

Ao final de 10 dias de grande movimento literário, tomo o tempo para relembrar o que foi vivenciado tão intensamente de 5 a 14 de novembro, durante a 17ª Feira do Livro de Joinville.

Na atual conjuntura fazer um evento presencial é uma tarefa para fortes. Sueli Brandão, organizadora e idealizadora da Feira, e sua filha Fernanda revelaram isso mais uma vez. Mostraram que o amor pelo livro e leitura, aliado a vontade de reunir agentes literários, fez acontecer. Como acadêmica da Academia Joinvilense de Letras – AJL, Sueli faz jus a cadeira que ocupa.

A literatura ̩ palavra que sintetiza unịo. Na abertura da feira as presidentes da Academia Joinvilense de Letras РAJL, acad̻mica Maria Cristina Dias e da Associa̤̣o das Letras РAL, acad̻mica Simone do Nascimento e Silva recebem homenagem justa dos organizadores.

No dia seis de novembro, vários acadêmicos acompanharam o lançamento do livro: “Academia Joinvilense de Letras: 50 anos”, para reiterar ao público presente a história literária de Joinville, narrada na obra produzida pela AJL, que contou com a prestimosa presença do presidente da Academia Catarinense de Letras – ACL, Moacir Pereira. Um grande encontro que culminou com a sessão de autógrafos coletiva, em que os acadêmicos presentes autografaram, também, seus livros pessoais.

Muitos outros acadêmicos foram proativos e presentes, mostrando suas obras, em lançamentos e sessão de autógrafos individuais na praça de eventos da Feira, como a presidente Maria Cristina Dias; Else Sant’Anna Brum; Jura Arruda; Bernadéte Schatz Costa; Elizabeth Fontes e Hilton Görresen. Outros subiram ao palco para conversas com convidados. A acadêmica Simone Gehrke mostrou excelente atuação na mediação com Martha Medeiros; Rodrigo Bornholdt, um dos padrinhos da Feira, registrou depoimento sobre a importância da leitura e fez entrega de livros aos alunos da Escola Celso Ramos. O vice- -presidente, da AJL, Ronald Fiuza, teve grande carisma no diálogo com Jonas Giostri. Já, Simone do Nascimento e Silva orquestrou com maestria o IX Encontro Catarinense de Escritores e Leitores, promovido pela Associação das Letras, que, em 2021, aconteceu dentro da programação da 17a. Feira do Livro de Joinville. Foram vários momentos memoráveis, sendo um deles o encontro de feras na “crônica”, trazendo ao palco, Hilton Görresen, Jura Arruda e Milton Maciel, três dos acadêmicos que se dedicam também ao gênero. E por falar em crônica, Hilton Görresen, ministrou oficina durante a Feira, dentro da Programação do IX Encontro Catarinense de Escritores e Leitores, evento que contou com ótima adesão de participantes. Numa conexão impecável, Milton Maciel, apresenta ao público sete blogueiras literárias, ação relevante para a divulgação da literatura nas redes sociais e blogs.

 

Os acadêmicos, com suas editoras locais, Bernadéte Costa – Manuscritos e Jura Arruda – Areia, prestigiaram a Feira, com seus estandes, mostrando títulos publicados na cidade. A presença no evento, das Editoras e de estande de Escritores, trouxe viabilidade para os colegas acadêmicos e demais escritores exporem seus trabalhos literários. Cada lançamento e sessão de autógrafos é uma chance de aproximação com o leitor.

Muitas são as portas que se abrem em um evento deste porte. Posso dizer que a troca e o aprendizado foram enormes. Estive com a escritora Martha Medeiros e o ilustrador André Neves que, com todas as letras, declararam a surpresa sobre a qualidade das obras produzidas em Joinville. Assim como o Prefeito, Adriano Silva e o Secretário de Cultura e Turismo do município, Guilherme Gassenferth, que não tinham ideia que na cidade, somente pelos dois editores presentes na feira, já se produziu aproximadamente 200 obras. Tivemos também a agradável visita do colega e membro fundador da AJL, Alcides Buss.

Dez dias de evento é uma maratona, mas já estamos com saudades, pois há mais de um ano esperávamos por este grande acontecimento. Parabéns a Sueli Brandão e a todos que tornaram possível a realização da 17ª Feira do Livro de Joinville. Nossa literatura escalou o Olimpo!

A 18ª edição da Feira já tem data marcada. A idealizadora, Sueli Brandão, agendou o evento de 2022 para o período de 3 a 12 de junho. Faltam sete meses, vamos nos preparar para mais uma inesquecível festa literária e, mostrar ao visitante que Joinville não é só cidade das Flores, da Dança e das Bicicletas, mas sobretudo da Literatura e porque não dizer das “Artes”.

A literatura é a arte da imaginação: inventa e inverte o jogo, usa o coletivo e rompe fronteiras numa multiplicação de sotaques, identidades e experiências.

Bernadéte Schatz Costa

 

COMPARTILHE: