Justificativa (Postai Souza)

Justaficativa

Escrever obras-primas é o não conformar-se

Com sua simples passagem pela vida.

Algo que o autor imortaliza, um pedaço de si na terra.

É como se quisesse viver para sempre

Mas a terra o chama a pertencer-lha

E este, pobre o destino o quer, recai-se sobre sua cara

Como um soldado atingido em campo de guerra.

Ambos procuram a vitória, a vida.

Poucos a prolongam. Deixar obras não é para leigos.

Sabem o que fazem estes que as querem imortalizar

Como uma família a se perpetuar pelas gerações futuras;

Seus livros, seus poemas, obras, projetos e pensamentos

Aprofundam-se pelos anos que virão.

É o inconformismo inteligente e revoltoso dos que querem

Viver para sempre; seja como pessoa, seja como obra.

Imortalizada…

 

Postai Souza

(22/08/01)

 

COMPARTILHE: